Nova derrota do Porto Brasil Sul no TJSC

Nova derrota do Porto Brasil Sul no TJSC

Nova derrota do Porto Brasil Sul no TJSC

O Porto Brasil Sul teve indeferido embargos de declaração contra o acórdão da Quarta Câmara de Direito Público que, por maioria de votos, decidiu negar provimento a recurso de agravo de instrumento interposto em face da decisão interlocutória nos autos de n. 030223-80.2018.8,24,0061.

Na ação, foi indeferido o pedido do PBS de concessão de tutela de urgência que tinha por objeto a retificação de certidão de consulta de viabilidade emitida pelo Município de São Francisco para a implantação de empreendimento portuário.

Analisando os embargos, a Câmara manteve o julgado:

“Em resumo, este órgão fracionário, por maioria, decidiu que a regra prevista no art. 55 da Lei Municipal n. 763/1981 não pode ser considerada isoladamente, dissociada dos demais dispositivos do mesmo diploma normativo que impõem restrições à implantação do empreendimento portuário pretendido pela recorrente, bem como que a emissão de certidão de viabilidade datada de 2016 se trata de ato administrativo passível de revisão pela municipalidade, por ser preambular, meramente enunciativo e com fins informativos.”

(Quarta Câmara de Direito Público, Tribunal de Justiça de Santa Catarina)

No caso de inconformismo, a Câmara do TJSC salientou a possibilidade da matéria ser discutida em sede recursal.

Leia também

+ O caso do STF envolvendo 12 camarões da Baía Babitonga

+ São Francisco do Sul é capital de Santa Catarina em 11 de Agosto

+ Quero alguém para cuidar de uma casa de graça: faço um comodato?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima